ECONOMIA

Caged: Itapetininga abre 1.901 postos de trabalho de janeiro a maio


© imagem da internet

Itapetininga alcançou 1.901 novas vagas na geração de empregos com carteira assinada de janeiro a maio deste ano. Todas os segmentos da economia local operaram no positivo, com destaque para Agropecuária, Serviços e Indústria que puxaram a aceleração na contratação de mão de obra, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. "São mais que números. Cada emprego é a tradução da cidadania", afirmou o prefeito Jeferson Brun.

A cidade apresentou o dobro do crescimento, em valor percentual, se comparado ao Estado e à União. Itapetininga avançou 5,30%, superando o registrado pelo Brasil (2,58%) e São Paulo (2,41%), conforme ainda o Caged. Em maio, foram gerados 783 novos postos de trabalho. "Este resultado é porque apoiamos a diversificação da nossa economia, com novas âncoras, reforçando o desenvolvimento em todas as áreas", disse o prefeito.

Por segmento da economia, a Agropecuária teve o melhor saldo positivo 555 novos postos de trabalho, seguido pelo setor de Serviços com 494 contratações, na sequência ficaram a Indústria (472), Comércio (210) e Construção Civil (170). Na cidade, 37.801 pessoas com carteira assinada, conforme ainda a fonte governamental.

Conforme o Caged, o saldo positivo de profissionais mais contratados foram: operário de indústrias (536); trabalhadores agropecuários e florestais (408); vendedores de comércio (449); pessoal de serviços administrativos (200); mecânicos de manutenção (98); profissionais das Ciências e das Artes (92); técnicos de instalações e máquinas (91) e técnicos industriais (72).

A Prefeitura de Itapetininga tem colaborado, de forma decisiva, na abertura de novos empregos. A licença de funcionamento e alvarás de construção são emitidos no menor tempo possível, se comparado com outras cidades. Com o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) encaminha trabalhadores para as vagas nas empresas. A gestão municipal também investe na qualificação com cursos gratuitos.

"Itapetininga trouxe novas empresas que abriram mais de 1,5 mil empregos na cidade. Foram o Call Center da Sabesp, Cofesa, Tenda e o grupo têxtil Emphasis. Isso demonstra que temos uma cadeia econômica forte que envolve campo, indústria, serviços, comércio e construção civil. Por isso, desburocratizamos e dialogamos com os empresários de forma transparente para a vinda de novos investimentos. Afinal, a criação de emprego é nossa prioridade", completou o chefe do Executivo.


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Assine nosso canal do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ECONOMIA  |   25/07/2022 15h15

Itapetininga - SP
 




ECONOMIA  |   22/06/2022 14h43

Itapetininga - SP
 

ECONOMIA  |   21/06/2022 13h26

Itapetininga - SP