PET

Ambulatório Municipal Pet é referência para Capão Bonito
O Ambulatório funciona como um posto de saúde, em que ao atendimento é agendado.


© Rodrigo Rock

Nesta quinta-feira, dia 18, a prefeita Simone Marquetto recebeu o prefeito de Capão Bonito, Júlio Fernando, acompanhado do vereador Neto Tallarico.

Simone explicou como foi o planejamento para a criação do Ambulatório. “Fico muito feliz em saber que nosso trabalho se tornou referência e interesse para Capão Bonito. Cuidamos de nossos bichinhos com o maior carinho e atenção”, destacou Simone Marquetto.

O prefeito Júlio Fernando e o vereador Neto Tallarico, conheceram as dependências do Ambulatório Municipal Pet e o funcionamento do local. “Gostei muito desse projeto criado pela prefeita Simone e quero transformar em realidade o mais rápido possível em nossa cidade”, disse Júlio Fernando.

O Ambulatório está voltado para os animais de estimação de famílias de baixa renda, inscritas em programas sociais, como CRAS e CREAS. A nova unidade é inédita na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) e uma das primeiras no interior paulista. O serviço, implantado em agosto do ano passado, oferece consultas para cães e gatos e orientações aos donos sobre cuidados, higiene e prevenção de doenças.

De acordo com a prefeita Simone Marquetto, a defesa dos animais necessitava de um projeto que atendesse um público excluído das clínicas particulares. “Sem recursos, muitas famílias enfrentavam dificuldades para levar seu animal de estimação para uma consulta. Isso gerava diversos problemas desde a perda da vida de um cão ou um abandono. Com a implantação, estamos solucionando um problema. É preciso fazer mais. E vamos em frente”, contou Simone.

“A prioridade neste primeiro momento é atender as famílias de baixa renda e torná-lo cada vez mais completo. A saúde animal sempre foi uma de nossas prioridades. A unidade abriu as portas para que esse público possa cuidar de seu animal de estimação para protegê-lo e ter uma vida mais saudável. É nosso desafio, com foco e atitude estaremos preparados para alcançar”, destacou a chefe do Executivo.

Também são realizadas aplicação de medicações, coleta para exames, curativos, vacina antirrábica, soroterapia e informação e orientação sobre a posse responsável de animais. Na unidade, não há um canil para abrigar animais abandonados. Atualmente, uma veterinária, duas estagiárias e um fiscal de zoonoses realizam o atendimento. Os agendamentos são feitos entre 8h e 11h30 no período da manhã, e das 13h às 16h, durante a tarde.

De acordo com a prefeita, muitas pessoas compram um cão ou gato e o abandonam depois de dois ou três meses, pois não se criou um vínculo com o bichinho. “Animais de estimação não podem ser descartados. Ter um cachorrinho ou um gatinho implica em uma série de responsabilidades por longos anos. Não apenas por um dia ou uma semana. Um cão vive em média 10 a 15 anos e gato até 20”, alertou a prefeita.

Serviço:

Endereço: Rua Francisco Válio, 925, junto ao Setor de Controle de Zoonoses, Centro.

Documentos: Foto, CPF, comprovante de endereço e comprovante de baixa renda, como cartão Bolsa Família ou que apresente o Número Identificação Social (NIS).

Fones: Agendamento por WhatsApp 99607-3821 ou (15) 3373-6043.



Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Assine nosso canal do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



PET  |   27/07/2021 17h50

Itapetininga - SP
 




PET  |   12/07/2021 17h56

Itapetininga - SP
 

PET  |   28/04/2021 14h55

Itapetininga - SP