ALIMENTAÇÃO

Apicultores do interior de SP se reinventam e fazem sucesso com receita
Novidade agrega valor à produção dos apicultores apoiados pelo Programa Colmeias da Suzano


© Suzano

Uma diferente e pouco conhecida versão do mel, que a cada dia ganha novos admiradores, entre eles, conceituados chefes de cozinha, está ganhando força dentre os apicultores da região sul do Estado de São Paulo. Chamado de Mel Cremoso, a novidade, é mais uma estratégia do programa Colmeias, iniciativa da Suzano que há 17 anos incentiva o fortalecimento da cadeia apícula e a geração de emprego e renda.
 
A técnica já está sendo aplicada na região do Vale do Paraíba (SP) e na cidade de Alumínio (SP) e, agrega valor ao mel já comercializado pelos apicultores que participam do programa. “O Mel Cremoso é mais uma oportunidade de somar valor à produção rural e diversificar os produtos da apicultura. Os produtores já vendem o mel e produtos como favo, pão de mel, extrato de própolis, pólen e materiais apícolas em feiras. A produção ainda é pequena, mas a regulamentação para o acesso ao mercado será o próximo passo para viabilizar esse produto no mercado,” ressaltou Israel Batista Gabriel, coordenador de Desenvolvimento Social da Suzano.
 
A consistência e a coloração são diferentes do convencional. O Mel Cremoso, como o próprio nome diz, tem a consistência parecida com um creme, e com algumas técnicas e o uso de uma batedeira, se chega a esta textura pastosa e homogênea. Ainda, é possível adicionar outros produtos que além de realçar o sabor do mel mostram que o produto natural feito pelas abelhas combina com o gengibre, chocolate, café, dentre outros. Mesmo com o processamento, o mel mantém as já conhecidas propriedades benéficas para o organismo, como a proteção do sistema imunológico e no combate a dor de garganta.
 
Através do Programa Colmeias, os apicultores receberam formação para fazer a iguaria. “Em 2018, a Suzano ofereceu o curso do Mel Cremoso, e desde aquela vez, não parei mais de fazer e ensinar aos outros apicultores. Com a oportunidade de colocar o produto para vender em mais lugares, resolvi investir na produção e fiz uma reforma na minha casa para mini cozinha industrial. E o Mel Cremoso que produzo já foi provado e aprovado pelo chef Roberto Ravioli, do Programa É de Casa”, destacou Vanilda Luciene de Faria Santos, apicultora da Associação Socioeducativa de Pequenos Produtores Rurais de Redenção da Serra (NUTRIR).
 
Por ser artesanal, a comercialização do produto é realizada no varejo local. No entanto, colaboradores da Suzano têm o privilégio de adquirir este e outros itens produzidos por iniciativas sociais apoiadas pela empresa em Lojinhas de Projetos Sociais localizadas estrategicamente dentro das fábricas, como a Unidade industrial Jacareí, no Vale do Paraíba e a Unidade Suzano, localizada no Alto Tietê.
 
 
Programa Colmeias
O objetivo do Programa Colmeias é fortalecer a apicultura, ampliar a rede de clientes e a capacidade de gestão das associações, com o apoio técnico e formações, os apicultores da região conseguem aprimorar a produção.
A iniciativa já tem mais de 15 anos e faz parte do compromisso de  longo prazo da Suzano para a redução da pobreza e da vulnerabilidade social por meio dos projetos de geração de emprego e renda.



Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Assine nosso canal do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ALIMENTAÇÃO  |   10/05/2021 10h44





ALIMENTAÇÃO  |   22/03/2021 16h23

Itapetininga - SP
 

ALIMENTAÇÃO  |   27/11/2020 15h02

Itapetininga - SP