ECONOMIA

Cidade fortalece os polos econômicos com a área industrial
Com a pavimentação da área industrial e melhoria de infraestrutura, a cidade teve vários pontos fortalecidos, melhorando a economia e gerando mais empregos.



As empresas instaladas às margens da Rodovia Raposo Tavares, em frente a Policia Rodoviária, no Jardim Bela Vista, sofriam com a falta de infraestrutura e com o descaso que ocorria no local, mas, nos últimos anos, a situação mudou e eles começaram a receber a devida atenção vinda da prefeitura.

A pavimentação da área fez com que empresas, que pensavam em deixar a cidade, continuassem e que novas empresas chegassem, fortalecendo a geração de empregos e toda a cadeia produtiva. Esse aumento no número de empresas na cidade, fez com que o projeto do Condomínio Empresarial saísse do papel e fosse aprovado, logo ele estará pronto, localizado também na Rodovia Raposo Tavares, atraindo novos empreendimentos.

Recentemente o Governo Estadual dividiu São Paulo em 11 polos de desenvolvimento com pacotes de benefícios setoriais para a indústria, com o intuito de identificar possíveis falhas no mercado e ajudar na correção delas, para assim estimular a produtividade e a geração de empregos. Itapetininga, orgulhosamente, faz parte desses 11 polos, com destaque no setor têxtil e vestuário. 

A área industrial da cidade conta com 63 empresas, que englobam 1.627 pessoas, ocupando o 2° posto na abertura de fábricas e na geração de empregos do estado de São Paulo. Investimentos privados que estão sendo construídos, como o Condomínio Têxtil, devem ampliar ainda mais esses números e trazer mais melhorias para a cidade.

Os planos de expansão de estendem para a indústria de alimentos, afinal, Itapetininga conta com uma mão de obra qualificada, proximidade da matéria prima e fácil acesso aos mercados consumidores. A cidade é o berço do setor ao acolher frigoríficos de aves, suínos e peixe, laticínios, torrefação de café, batata chips e palha, achocolatados, arroz, feijão, molho de tomate, palmito, mostarda, chocolate, farinha, pão integral e refrescos.

Itapetininga só tem a ganhar com esse desenvolvimento e fortalecimento do setor industrial, principalmente, na geração de emprego aos moradores e na economia. A cidade caminha para o futuro, para continuar sendo destaque no estado e trazendo muitas melhorias.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






ECONOMIA  |  07/11/2020 - 13h